Feeds:
Posts
Comentários

Archive for fevereiro \28\UTC 2010

empunhar o machado
para abrir o mundo

como quem engasga
perceber que o tempo

diz, desdiz, rediz, condiz

sabe as respostas
quem traduz o vento

porque duras hão de ser sempre
as madeiras das portas da vida

Read Full Post »

As coisas lindas que ela me mostra.
Ela. O  meu amor.

Read Full Post »

“Voltei a cantar
porque senti saudade
do tempo em que eu andava pela cidade
Com sustenidos e bemóis
Desenhados na minha voz
E a saudade rola, rola
Como um disco de vitrola
Começo a recordar
Cantando em tom maior
E acabo no tom menor

Voltei a cantar
porque senti saudade
do tempo em que eu andava na cidade
Com sustenidos e bemois
Desenhados na minha voz
Ó meu samba, velho amigo
Novamente estou contigo
Uma vida me transtorna
Como um filho à casa torna
De ti nunca me esqueci”

Espero que a poesia não tenha esquecido de mim.  E dá-lhe Lamartine Babo na voz de Chico!

Read Full Post »