Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘joão cabral de melo neto’

Cidades por escrito

Instituto Moreira Salles oferece curso sobre a relação dos autores com as cidades

Estão abertas as inscrições para o curso ‘Cidades por escrito’ Centro Cultural do Instituto Moreira Salles no Rio de Janeiro que começa no dia 13 de maio.

Especialistas analisam a obra de grandes autores brasileiros e estrangeiros que escreveram sobre grandes cidades, em sete encontros, abrangendo a prosa e a poesia.

13 de maio – das 19h às 21h

A Paris escrita por Flaubert, por Samuel Titan Jr.

20 de maio – das 19h às 21h

O Rio de Janeiro escrito por Machado de Assis, por José Miguel Wisnik

27 de maio – das 19h às 21h

A Praga escrita por Kafka, por Modesto Carone

1 de junho – das 19h às 21h

A Lisboa escrita por Fernando Pessoa, por Cleonice Berardinelli

8 de junho – das 19h às 21h

A Buenos Aires escrita por Borges, por Davi Arrigucci Jr.

17 de junho – das 19h às 21h

A Sevilha escrita por João Cabral de Melo Neto, por Antonio Carlos Secchin

24 de junho – das 19h às 21h

A Brasília escrita por Clarice Lispector, por Carlos Mendes de Sousa

Serviço:
Instituto Moreira Salles – Rio de Janeiro
Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea

Pesquei lá no Saraiva Conteúdo
Anúncios

Read Full Post »

Tristes daqueles que acreditam nos guarda-chuvas.

A Carlos Drummond de Andrade

João Cabral de Melo Neto


Não há guarda-chuva
contra o poema
subindo de regiões onde tudo é surpresa
como uma flor mesmo num canteiro.

Não há guarda-chuva
contra o amor
que mastiga e cospe como qualquer boca,
que tritura como um desastre.

Não há guarda-chuva
contra o tédio:
o tédio das quatro paredes, das quatro
estações, dos quatro pontos cardeais.

Não há guarda-chuva
contra o mundo
cada dia devorado nos jornais
sob as espécies de papel e tinta.

Não há guarda-chuva
contra o tempo,
rio fluindo sob a casa, correnteza
carregando os dias, os cabelos.

Read Full Post »

pedra e areia

tudo posto está
nesta pedra sobre a areia
que de tão calada
muito diz
das lambidas do mar
dos grãos da sua alma
do sal da sua estada

tudo posto está
neste cotoco de madeira
podre, desgastado
que diz da vida
vela e sopro de barco

aprender com olhar de faca
tal João,
Manolete,
Sevilha abrindo-se em ventre.

pedra suja
pau roído

vida seca
e frutífera

Read Full Post »

capacabralFiquei sabendo, através do Poesia Hoje, que a revista online Sibila dedica o seu 13º número a João Cabral de Melo Neto, inclusive com a publicação da entrevista mais longa já concedida pelo poeta pernambucano, realizada ao longo de cinco dias, com quase quatro horas de gravação. Assim, a evista define a 13ª edição:

“A revista Sibila dedica o seu 13º número inteiramente a João Cabral de Melo Neto, em homenagem aos dez anos de sua morte.

Nas mais de 130 páginas que compõem este número especial em pdf, o leitor poderá acompanhar o depoimento mais longo já concedido por João Cabral. Trata-se de sua última entrevista – um verdadeiro testamento –, concedida em 1999 a Bebeto Abrantes, diretor do documentário Recife/Sevilha – João Cabral de Melo Neto (2003). Realizada ao longo de cinco dias, as mais de quatro horas de gravação só agora foram transcritas e disponibilizadas na íntegra com exclusividade aos leitores de Sibila. Temas como a infância no Recife, a relação com poetas, pintores e arquitetos, os primos Manuel Bandeira e Gilberto Freyre, as touradas e a dança flamenca, entre outros, são aqui abordados com extrema lucidez pelo autor de Morte e vida severina. Deste modo, Sibila espera estar prestando a mais justa homenagem a um dos maiores poetas brasileiros de todos os tempos”.

Read Full Post »